Fonoaudiologia

Otávia Abreu de Castro Reis é fonoaudióloga desde 2007, formada pelo Instituto Metodista Izabela Hendrix. Atua nas áreas de linguagem e voz com crianças e adultos, em atendimentos clínicos, avaliação e prevenção de patologias.
A Fonoaudiologia é uma ciência ligada a comunicação humana que atua na prevenção, avaliação, pesquisa e terapia fonoaudiológica nas áreas de linguagem (comunicação oral e escrita), voz, audição e motricidade orofacial. O público vai desde criança ao idoso.
Existe uma grande abrangência das áreas. A linguagem refere-se à comunicação, compreensão e expressão da linguagem através da fala. Ações junto às escolas são importantes desta área, pois visam a prevenção e a reabilitação nos casos já detectados pela triagem, método realizado para a identificação de possíveis alterações auditivas, de fala , linguagem.
Na área de voz podem ser realizadas reabilitações no caso de patologias, condutas preventivas para profissionais da voz e aperfeiçoamentos no canto e teatro.
Na motricidade orofacial, realiza-se o trabalho com os músculos da face, envolvendo força e tônus, adequando casos de respiração oral, postura incorreta da língua e até mesmo a estética facial na prevenção de rugas.
Na audição são realizados exames auditivos, indicação de prótese auditiva e reabilitação de deficientes auditivos.
Entre outros aspectos, a Fonoaudiologia envolve um vasto campo, tanto na área de saúde quanto educacional.
Durante o ano acontecem palestras, oficinas, vivências e dinâmicas voltadas para os professores, toda equipe escolar, alunos e pais. Triagens e grupos de estimulação são realizados com os alunos e quando necessário às crianças são encaminhadas para o atendimento individualizado no núcleo de acompanhamento da escola.
Dúvidas Frequentes:
  • O seu filho tem menos de cinco anos e está gaguejando?
    Isso é normal. Não fique ansioso. Até essa idade é fisiológico e pode fazer parte do aprendizado da linguagem.
  • Você usa cotonete para limpar o ouvido do seu filho?
    Isso é prejudicial. A cera pode ser empurrada para dentro do canal auditivo ou retirando a cera que é uma proteção natural.
  • O seu filho passa a maior parte do tempo com a boca aberta?
    Ele pode ser um respirador oral, isso atrapalha o desenvolvimento da musculatura da face, mastigação e até mesmo a fala.
  • O seu filho grita, fala alto e está sempre rouco?
    Ele pode ter uma alteração nas pregas vocais. A rouquidão não é normal.